Tamanho do texto:

Diminuir texto Aumentar texto

Fique de olho

Materiais para a Semana Pedagógica

 

Estamos em mais um período que exige muita organização e luta da categoria. O governo do Paraná já mostrou que 2015 será um ano de muita mobilização para a educação paranaense. O ano começou com os salários dos PSS atrasados, mostrando que o descaso com a educação está presente nas ações do governo reeleito no Paraná.

A APP-Sindicato continua firme na cobrança por avanços na educação. É importante que todos e todas participem da Assembleia Estadual no dia 07 de fevereiro, em Guarapuava.

O presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão, fala da pauta da categoria e a importante participação de todos(as) na Assembleia. Clique aqui e assista ao vídeo.

 img_hermes.jpg

 Pauta da categoria: Clique aqui

 Jornal 30 de Agosto – Edição Pedagógica:

A educação vivenciou nos últimos 4 anos de governo Beto Richa grandes enfrentamentos no campo pedagógico. A APP-Sindicato sempre esteve presente nos debates com a categoria e nas edições pedagógicas nas escolas.

Nesta edição do 30 de Agosto – Semana pedagógica, são apontados os desafios que toda a categoria terá nos próximos 4 anos deste governo. O grande desafio é fazer essa reflexão com toda a comunidade escola: Que escola queremos?

A secretária Educacional da APP-Sindicato, professora Walkíria Olegário Mazeto, aponta os debates que vamos levar para dentro das escolas. Assista ao vídeo. Clique aqui e assista ao vídeo.

img_walkiria.jpg

A edição pedagógica do Jornal 30 de Agosto tem como tradição apresentar, ano a ano, reflexões sobre os esforços da categoria e do Sindicato a construção de uma escola pública de qualidade. Um momento em que professores(as) e funcionários(as) são convidados(as) a debaterem sobre as questões pedagógicas e seus impactos diretos ou indiretos na rotina escolar.

Neste ano, a APP-Sindicato propõe aos(às) educadores(as) um passeio, uma volta ao tempo por meio da análise de uma história recente, conhecida e vivida pelos paranaenses nos últimos quatro anos. Tal proposta tem como objetivo observar a escola como um espaço social de trabalho, mas também como um ambiente de resistência e organização para a construção de uma história mais justa. Educador(a), você está convidado, a partir de agora, a fazer uma viagem com início no primeiro ano do governo Beto Richa. Aperte os cintos, pois haverá turbulências no trajeto.

Clique aqui e confira a edição completa.

Links para baixar as edições pedagógicas de anos anteriores:

Jan/2014
Jul/2014

Jan/2013
Jul/2013

Jan/2012
Jul/2012

Jan/2011
Jul/2011

  

Sugestões de leituras para debate:

 

MIRANDA, Guilhermina Lobato. Limites e possibilidades das TIC na educação.
Sísifo / Revista de Ciências da Educação – nº 3 - mai/ago 2007 / ISSN 1649-4990.
 

Este artigo clarifica o conceito de Tecnologia Educativa e termos afins. Analisa resultados mais conclusivos da investigação neste domínio e relata experiências. Conclui que a estratégia de acrescentar estes recursos às atividades já existentes nas escolas não produz, por si só, efeitos positivos visíveis na aprendizagem dos alunos, na dinâmica da classe e no empenho do professor. E que, uma verdadeira educação tecnológica só o é quando se ensina aos estudantes a história das diferentes tecnologias (iluminuras, alfabeto, prensa tipográfica... computadores e Internet) e dos seus criadores, dos seus efeitos econômicos, sociais e psicológicos e ainda, de como elas refizeram o mundo e continuam a refazê-lo.

Clique aqui para baixar o artigo.

 

GIUSTA, Agnela da Silva. Concepções de aprendizagem e práticas pedagógicas. Educação em Revista. Vol. 29 - nº 1 - Belo Horizonte. Março 2013.

A autora discute as concepções de aprendizagem que comumente subsidiam as práticas pedagógicas, remetendo-se às contradições que marcam a produção do conhecimento psicológico. Se admitirmos que as contradições existentes no mundo da produção material têm os seus reflexos no mundo das ideias, avalia que proliferam as teorias que concebem o indivíduo como um ente desvinculado da História, e essas são, por razões políticas, as teorias tornadas oficiais. Elas não definem, porém, o campo total da produção do conhecimento psicológico, e muito menos o esgotam. Trata-se de teorias idealistas, porque não estão fundadas na realidade da vida dos homens e a elas se contrapõem aquelas que vêem o indivíduo situado historicamente.

Clique aqui para baixar o artigo.

 

Organização por Local de Trabalho:

Resistir! Esta será a máxima para os próximos quatro anos. Como a Escola é o território de lutas da educação, é fundamental que a gente se organize.

Organização por Local de Trabalho (OLT) é de extrema importância tanto na realização das mobilizações, quanto para a manutenção da legitimidade política das estruturas sindicais. Por isso que, mesmo sabendo que o tempo dos(as) educadores(as) é curto, a jornada de trabalho é cansativa e as condições precárias para realizá-la, necessitamos que educadores e educadoras se apresentem para representar o coletivo de sua escola. Essa representação é o que dá vida à organização por local de trabalho, que é fundamental para avançar nas conquistas dos nossos direitos, das reivindicações definidas coletivamente, e as estratégias para melhorarmos as condições de trabalho. É por meio destes(as) Representantes de Escolas que as reivindicações debatidas nos locais de trabalho chegam às demais instâncias do sindicato.

A secretária de Organização da APP-Sindicato, Tereza Lemos, chama todos(as) os(as) educadores(as) para eleger seus(as) representantes de escola. Clique aqui e assista ao vídeo.

 img_tereza.jpg

 Clique aqui para visualizar o material especial sobre Representante de Escola

Arquivos para download das ATAS:

Professores(as)
Funcionários(as)

 

Funcionários(as)

Toda a categoria da educação precisa estar concentrada e unida para a luta. Durante a semana pedagógica é essencial que todos os funcionários e funcionárias estejam presentes e contribuam para o debate na escola.

É importante que funcionários(as) estejam sindicalizados e façam parte da escolha de Representantes de Escola. É momento de unidade.

A secretária de Funcionários da APP-Sindicato, Nádia Brixner, chama todos os funcionários e funcionárias para participar da semana pedagógica! Clique aqui e assista ao vídeo.

img_nadia.jpg

Arquivos para download das edições especiais do jornal 30 de Agosto para os(as) Funcionários(as):

Jornal 30 de Agosto – Especial Funcionários (abr/2014)

Jornal 30 de Agosto – Especial Funcionários (jan/2014)

Jornal 30 de Agosto – Especial Funcionários (fev/2013)

Jornal 30 de Agosto – Especial Funcionários (jul/2012)

 

Artigo especial: em breve!

 

Municipais

2015 será um ano de desafios! Um deles será a aprovação dos planos municipais de educação. Planos estes que têm como meta os próximos 10 anos da educação na rede municipal. Precisamos estar atentos para que os planos sejam implementados e garantir, assim, mais qualidade e avanços para a educação municipal.

O secretário de Assuntos Municipal da APP-Sindicato, Celso José dos Santos, fala dos desafios que vamos encontrar neste ano. Clique aqui e assista ao vídeo.

img_celso.jpg

Download

Fone: (41) 3026-9822 / Fax: (41) 3222-5261

APP - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO PÚBLICA DO PARANÁ

Avenida Iguaçu, 880 - CEP 80.230-020 - Rebouças - Curitiba/PR - Brasil